Um site oficial do governo dos Estados Unidos

Estado Islâmico no Iraque e na Síria (EI)

Faça a sua parte

Sobre

O Estado Islâmico no Iraque e na Síria (EI) emergiu do que restava da Al-Qaeda no Iraque (AQI). O grupo adotou o EI para expressar suas ambições regionais à medida que expandia as operações para incluir o conflito sírio. O EI foi liderado por Abu Bakr al-Baghdadi, que declarou a criação de um califado islâmico em junho de 2014. Ele foi morto em 27 de outubro de 2019 durante uma operação militar dos EUA para capturá-lo. O EI explorou o conflito na Síria e as tensões sectárias no Iraque, o que lhe permitiu ganhar o controle do território em ambos os países. Em 2019, a Coalizão Global para Derrotar o EI — composta por várias nações parceiras e instituições internacionais — libertou todo o território controlado pelo EI na Síria e no Iraque. Esforços continuam a ser empregados contra o grupo no Iraque, na Síria e em outros países.

Em novembro de 2015, o EI realizou uma série de ataques coordenados em Paris que mataram cerca de 130 pessoas, incluindo um cidadão estadunidense, e feriram mais de 350 pessoas. Em março de 2016, o EI coordenou dois ataques simultâneos em Bruxelas que mataram 32 pessoas, incluindo quatro cidadãos dos EUA, e feriram mais de 250 pessoas. Em junho de 2016, um pistoleiro que jurou fidelidade ao EI matou 49 indivíduos e feriu outros 53 na boate Pulse em Orlando, Flórida. Em julho de 2016, o EI reivindicou um ataque no qual um terrorista dirigindo um caminhão de carga atacou uma multidão em Nice, França, durante as comemorações do Dia da Bastilha, resultando em 86 mortes, incluindo três cidadãos dos EUA. Em janeiro de 2019, o EI assumiu a responsabilidade pelo ataque suicida de um restaurante em Manbij, na Síria, que matou 19 pessoas, incluindo quatro cidadãos estadunidenses. No domingo de Páscoa de 2019, no Sri Lanka, mais de 250 pessoas foram mortas, incluindo cinco cidadãos dos EUA, quando terroristas que se inspiraram no EI executaram atentados suicidas coordenados em várias igrejas e hotéis.

Em 17 de dezembro de 2004, e sob a seção 219 da Lei de Imigração e Nacionalidade e suas alterações, o Departamento de Estado dos EUA classificou a AQI (agora conhecida como EI) como Organização Terrorista Estrangeira. Em 15 de outubro de 2004, e de acordo com a Ordem Executiva 13224 e suas alterações, o Departamento de Estado dos EUA classificou a AQI como Terrorista Global Especialmente Designada. Como resultado, todos os bens e participações do EI sujeitos à jurisdição dos EUA foram bloqueados. Além disso, cidadãos e entidades estadunidenses, bem como pessoas residentes nos EUA e fundos e patrimônios regidos pelas leis dos EUA, estão proibidos de se envolver em qualquer tipo de transação com o EI. Ademais, é crime sabidamente fornecer, tentar ou conspirar para fornecer apoio ou recursos materiais ao EI.

SUBMIT A TIP

Do Your Part. Secure a Safer World.

There are many ways to submit information to Rewards for Justice.

You may choose from multiple platforms and contact us in numerous languages. To process your information efficiently, we ask you to state your information as succinctly as possible, provide your name, location, and preferred language, and upload all relevant files such as photographs, videos, and documents to support your information. An RFJ representative will soon contact you. Please be patient, as RFJ reads every tip we receive.

Envie uma Informação

Faça a sua parte. Garanta um mundo mais seguro e um futuro melhor.

Há muitas maneiras de enviar uma informação.

Você pode escolher entre várias plataformas e entrar em contato conosco em vários idiomas. Para processar suas informações de forma eficiente, pedimos que você indique suas informações da forma mais sucinta possível, forneça seu nome, localização e idioma preferido e envie todos os arquivos relevantes, como fotografias, vídeos e documentos, para apoiar suas informações. Um representante do programa RPJ entrará em contato com você em breve. Tenha paciência, pois o programa RPJ lê todas as informações que recebemos.

Skip to content