Atos de Terror
Informações sobre …

Atentados contra o World Trade Center e o Pentágono

11 de setembro de 2001

Na manhã de 11 de setembro de 2001, 19 terroristas ligados à organização terrorista Al-Qaeda sequestraram quatro aviões comerciais que viajavam com destino à Califórnia, vindos de três aeroportos diferentes do leste dos Estados Unidos.

Os dois primeiros aviões partiram do Aeroporto Internacional de Logan, em Boston, foram sequestrados e chocaram-se contra as principais torres do World Trade Center na cidade de Nova York. O impacto desses aviões e as chamas que resultaram do incêndio provocado pelo combustível danificaram a estrutura das torres ao ponto de colapso.

Um terceiro avião que partiu do Aeroporto Internacional Dulles foi sequestrado e chocou-se contra o Pentágono apenas meia hora após o segundo avião ter se chocado contra o World Trade Center. O ataque causou danos gravíssimos em parte da estrutura maciça do Pentágono, matando todos os passageiros e 125 pessoas que se encontravam dentro do edifício.

O quarto avião partiu do Aeroporto Internacional de Newark e seu destino provavelmente era o Capitólio ou a Casa Branca. Os passageiros, porém, lutaram com os terroristas pelo controle da aeronave. Devido à coragem desses cidadãos, os terroristas não atingiram seu objetivo e o avião caiu perto de Shanksville, Pensilvânia, matando as 40 pessoas a bordo.

Os ataques de 11 de setembro de 2001 mataram 2.998 cidadãos de vários países do mundo. A organização terrorista Al-Qaeda, por intermédio de seu falecido líder, Osama bin Laden, assumiu a responsabilidade pelo planejamento e pela execução desses atentados numa mensagem de vídeo em seguida ao ocorrido. Estes foram os ataques mais devastadores aos Estados Unidos por uma força externa desde o ataque a Pearl Harbor em 1941.

O programa Recompensas para a Justiça oferece recompensa de até US$ 25 milhões em troca de informações que levem à justiça os responsáveis por estes ataques.