Procurado
Informações que levaram à justiça…

Musa Asoglu

Recompensa de até US$ 3 milhões

Musa Asoglu é um líder muito importante do Partido/Frente Revolucionário(a) de Liberação do Povo (Em turco: Devrimci Halk Kurtuluş Partisi Cephesi, ou DHKP/C). O DHKP/C tem como alvo os interesses dos E.U.A., compreendendo pessoal e instalações militares e diplomáticas dos E.U.A., desde sua criação do partido em 1994 quando seu antecessor, Devrimci Sol ou Dev Sol, ramificou-se. Seu objetivo é erradicar a presença dos E.U.A. e da OTAN na Turquia, e estabelecer um estado socialista. Em fevereiro de 2013, um homem-bomba afiliado ao grupo atacou a Embaixada dos E.U.A. em Ancara, matando um guarda de segurança turco. O Departamento de Estado dos E.U.A. designou o DHKP/C como uma Organização Terrorista Estrangeira em 1997, examinando e mantendo tal designação em 24 de julho de 2013.

Musa Asoglu ingressou no DHKP/C na década de 1990 enquanto era residente da Holanda. Ele supostamente herdou a liderança do grupo depois que o líder fundador, Dursun Karatas, morreu em 2008. Asoglu é membro do comitê central do DHKP/C, a unidade principal de tomada de decisão do grupo, e tido como sendo o líder dos assuntos financeiros e das atividades de levantamento de fundos do grupo na Europa. Ele supostamente ordenou o ataque com bomba suicida de 01 de fevereiro de 2013, na Embaixada dos E.U.A. em Ancara, que matou um guarda de segurança turco. Acredita-se também que tenha sido responsável pelos ataques de março de 2013 contra a sede do Partido de Justiça e Desenvolvimento (AKP) e do Ministério de Justiça da Turquia.

Musa Asoglu, Zerrin Sari, e Seher Demir Sen são líderes muito importantes do Partido/Frente Revolucionário(a) de Liberação do Povo (Em turco: Devrimci Halk Kurtuluş Partisi Cephesi, ou DHKP/C).

Mais Fotografias

Foto adicional de Musa Asoglu
Foto adicional de Musa Asoglu
Foto adicional de Musa Asoglu