Procurado
Informações que levaram à justiça…

Muhammad al-Jawlani

Recompensa de até US$ 10 milhões

Muhammad al-Jawlani, também conhecido como Abu Muhammad al-Golani, também conhecido como Muhammad al-Julani, é o líder sênior da organização terrorista al-Nusrah Front (ANF), ramo da al-Qa’ida na Síria.

Em abril de 2013, al-Jawlani jurou lealdade a al-Qa’ida e ao seu líder Ayman al-Zawahiri. Em julho de 2016, al-Jawlani elogiou a al-Qa’ida e al-Zawahiri em um vídeo on-line e declarou que a ANF estava alterando seu nome para Jabhat Fath Al Sham (“Conquista da Frente do Levante”).

Sob a liderança de al-Jawlani, a ANF realizou diversos ataques terroristas em toda a Síria, alvejando civis com frequência. Em abril de 2015, a ANF sequestrou e, posteriormente, libertou aproximadamente 300 cidadãos curdos de um ponto de controle na Síria. Em junho de 2015, a ANF declarou responsabilidade pelo massacre de 20 residentes do vilarejo druzo Qalb Lawzeh na província de Idlib na Síria.

Em janeiro de 2017, a ANF se fundiu com vários outros grupos de oposição de linha dura para formar a Hayat Tahrir al-Sham (HTS). A ANF permanece como afiliada da al-Qa’ida na Síria. Embora al-Jawlani não seja o líder da HTS, ele permanece como líder da ANF, que faz parte do núcleo da HTS.

A ANF foi designada como Organização Terrorista Estrangeira (OTE) pela Lei de Imigração e Nacionalidade e como uma entidade Terrorista Mundial Especialmente Designada pelo decreto 13224. O Comitê de Sanções do Conselho de Segurança da ONU para o ISIL (Da’esh) e a al-Qa’ida também acrescentou a ANF à sua lista de sanções.

O Departamento de Estado designou Al-Jawlani como um Terrorista Mundial Especialmente Designado (SDGT) pelo decreto 13224. Ele também está incluído na lista do Comitê de Sanções do Conselho de Segurança da ONU para o ISIL (Da’esh) e a al-Qa’ida.

Foto adicional

Muhammad al-Jawlani English Poster
Muhammad al-Jawlani