Histórias de Sucesso

Mir Aimal Kansi

Executado

Em 5 de janeiro de 1993, Mir Aimal Kansi assassinou duas pessoas e causou lesões permanentes em outras três após ter atirado, sem aviso ou provocação, seu fuzil de assalto AK-47 em carros que estavam parados aguardando o sinal de trânsito em frente à sede da Agência Central de Inteligência (CIA).

Kansi fugiu dos Estados Unidos imediatamente após o ataque e era um fugitivo até sua captura no Paquistão. A 10 de novembro de 1997, Kansi foi condenado pelo homicídio doloso de dois funcionários da CIA por um júri em Fairfax, Virgínia, e foi executado em 14 de novembro de 2002.