Atos de Terror
Informações sobre …

Sequestros e homicídios dolosos

Líbano | entre 1985 e 1989

Inúmeros sequestros e homicídios dolosos ocorreram como parte da crise libanesa de reféns liderada por terroristas do Hezbollah. A crise dos reféns durou uma década, de 1982 a 1992.

Em 16 de março de 1984, terroristas sequestraram William Buckley, o chefe da estação da CIA em Beirute. Buckley foi interrogado, torturado e mantido em cativeiro por 15 meses até a data estimada de sua morte.

Em 3 de dezembro de 1984, foi notificado o desaparecimento do bibliotecário Peter Kilburn, da Universidade Americana de Beirute. Dezesseis meses mais tarde, ele e duas outras pessoas que eram mantidas em cativeiro foram mortas a tiros e seus corpos foram jogados nas montanhas do leste de Beirute.

Em 17 de fevereiro de 1988, terroristas sequestraram o Coronel William Higgins que estava no veículo de manutenção da paz das Nações Unidas. Mantido como refém, foi interrogado e torturado antes de ser morto. Não se sabe a data exata de sua morte.

O programa Recompensas para a Justiça oferece recompensa de até US$ 5 milhões em troca de informações que levem à justiça os responsáveis por estes ataques.

Vítimas

Foto de William Buckley
William Buckley assassinado em 1985
Foto de Peter Kilburn
Peter Kilburn assassinado em 1986
Foto de William Higgins
William Higgins assassinado em 1989