Procurado
Informações que levaram à justiça…

Ayman Zawahiri

Recompensa de até US$ 25 milhões

Ayman al-Zawahiri é o líder atual do grupo terrorista al-Qa’ida e antigo líder da Jihad Islâmica Egípcia. Ele foi incriminado nos Estados Unidos por sua atuação nos bombardeios das embaixadas americanas no Quênia e na Tanzânia em 7 de agosto de 1998, que mataram 224 civis e feriram mais de 5.000 pessoas.

Juntamente com Usama bin Laden e outros membros antigos da al-Qa’ida, al-Zawahiri é suspeito de ter planejado os ataques ao USS Cole no Iêmen, no dia 12 de outubro de 2000, que mataram 17 marinheiros americanos e feriram outros 39, além de ter ajudado a coordenar os ataques de 11 de setembro de 2001, no qual 19 terroristas da al-Qa‘ida sequestraram e explodiram quatro aviões comerciais americanos, dois dos quais no World Trade Center em Nova Iorque, um no Pentágono, próximo de Washington D.C. e o quarto avião em um campo em Shanksville, Pensilvânia, deixando quase 3.000 pessoas mortas.

Embora al-Zawahiri agora lidere um grupo pequeno, porém influente de líderes sêniores conhecido como al-Qa‘ida Core, a coesão do grupo diminuiu nos últimos anos em virtude das perdas de líderes devido à pressão do contra-terrorismo no Afeganistão e no Paquistão e ao crescimento de outras organizações como o Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL), que serve como alternativa para alguns extremistas descontentes. Contudo, a al-Qa‘ida e suas afiliadas na Ásia Meridional, África e no Oriente Médio permanecem resistentes, comprometidas com a execução de ataques nos Estados Unidos e contra os interesses americanos no exterior.

Al-Zawahiri continua gravando e disseminando mensagens, embora a al-Qa’ida tenha desenvolvido vários planos mal-sucedidos nos últimos anos, inclusive contra os Estados Unidos e a Europa. Isso enfatiza a capacidade da al-Qa‘ida de continuar com o planejamento de ataques, mesmo sob a pressão contínua do contra-terrorismo e sugere que essa organização possa estar planejando outros ataques contra os Estados Unidos em seu território ou no exterior.