Procurado
Informações que levaram à justiça…

Ahadon Adak

Recompensa de até US$ 250.000

Ahadon Adak é um comandante da Frente de Libertação Nacional Moro (MNLF). No dia 29 de setembro de 2009, na Ilha Jolo, Filipinas, um dispositivo explosivo plantado pela MNLF explodiu um comboio de veículos militares. A explosão matou dois soldados do exército dos Estados Unidos e um soldado das Forças Armadas das Filipinas (AFP), que faziam parte de uma missão humanitária para construir uma escola na área. No dia 21 de maio de 2010, a 9a região judicial das Filipinas emitiu um mandado de prisão para Ahadon Adak pelo ataque.

Foto adicional

Philippine Poster - English