Procurado
Informações que levaram à justiça…

Abdullah Ahmed Abdullah

Recompensa de até US$ 10 milhões

Abdullah é um líder sênior da al-Qa’ida e membro do conselho de liderança da al-Qa’ida, o “majlis al-shura.” Ele é um gestor financeiro, facilitador e planejador operacional experiente da al-Qa’ida.

Abdullah foi acusado e incriminado por um grande júri federal em novembro de 1998 por sua atuação nos bombardeios das embaixadas dos Estados Unidos em 7 de agosto de 1998, em Dar es Salaam, Tanzânia e Nairóbi, Quênia. Os ataques mataram 224 civis e feriram mais de 5.000 pessoas.

Na década de 90, Abdullah forneceu treinamento militar aos operadores da al-Qa’ida, como também a tribos da Somália que lutaram contra as forças dos Estados Unidos em Mogadishu durante a “Operation Restore Hope”. De 1996 a 1998, ele operou vários campos de treinamento da al-Qa’ida no Afeganistão.

Depois dos bombardeios das embaixadas, Abdullah se mudou para o Irã sob a proteção do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica Iraniana (IRGC). Em 2003, as autoridades iranianas puseram Abdullah e outros líderes da al-Qa’ida em regime de prisão domiciliar. Em setembro de 2015, Abdullah e outros líderes sêniores da al-Qa’ida foram liberados da custódia iraniana em troca da liberdade de um diplomata iraniano sequestrado pela al-Qa’ida no Iêmen.

Foto adicional

Foto de Abdullah Ahmed Abdullah
English AAA and SaA PDF