Procurado
Informações que levaram à justiça…

Abderraouf Ben Habib Jdey

Recompensa de até US$ 5 milhões

Abderraouf Jdey, também conhecido como Farouq al-Tunisi, tem amplos antecedentes com filiações extremistas. Tem ligações estreitas com agentes da Al-Qaeda e participou de planos de operações terroristas e de pirataria aérea. Jdey é parceiro de um suspeito de terrorismo tunisiano chamado Faker Boussora, e os dois podem ter viajado juntos no passado.

Jdey partiu de sua terra natal, a Tunísia, em 1991, e imigrou para Montreal, no Canadá; naturalizou-se canadense em 1995. Enquanto morava no Canadá, estudou biologia na Universidade de Montreal e frequentava a mesquita Assunna em Montreal.

Jdey partiu do Canadá em 1999 e recebeu treinamento para combate e experiência no Afeganistão até o ano 2000. Participou de lutas contra a Aliança do Norte afegã, e escreveu uma carta-suicida declarando sua intenção de tornar-se um mártir da jihad. Nesse meio tempo, apareceu também num famoso vídeo dos mártires que foi depois encontrado na casa de um dos líderes da Al-Qaeda em 2001.

Depois de retornar à área de Montreal em 2001, quando se associou a extremistas para estudar métodos de juntar-se à jihad, Jdey deixou o Canadá. As autoridades continuam atentas a que Jdey possa tentar retornar ao Canadá ou aos Estados Unidos para planejar ou participar de um ataque terrorista.

Fotos Adicionais

Foto Adicional de Abderraouf Ben Habib Jdey
Foto Adicional de Abderraouf Ben Habib Jdey